icone transparencia cosems     icone politicas publicas     icone transparencia minas     icone projeto conasems
         

Oficina de Elaboração do Plano Municipal e Programação Anual de Saúde em Uberlândia

on 04 Setembro, 2017

O Regional de Saúde de Uberlândia, em parceria com o COSEMS Regional de Uberlândia, realizou nessa quinta-feira (24/08), a Oficina para Elaboração do Plano Municipal (2018-2021) e a Programação Anual de Saúde (2018). Participaram gestores e referências técnicas dos 18 municípios da região.

A necessidade da oficina surgiu com a mudança de regras para repasses de recursos federais que passaram a ser vinculados ao Planejamento (Projeto SUS Legal) e para instrumentalizar as gestões municipais em sua elaboração. A referência técnica do Núcleo de Gestão Regional, Raquel Maria de Matos, enfatizou durante o evento que as gestões devem ter interlocução com os conselhos municipais de saúde para o planejamento.
“Ao organizar a metodologia e o conteúdo da oficina, tivemos a preocupação em sensibilizar os gestores para construírem o seu planejamento a partir das realidades e necessidades locais, por isso criamos uma dinâmica a partir de uma situação fictícia para que eles pudessem fazer parte do planejamento aqui conosco”, relatou a referência, que também reforçou que o primeiro passo para um bom planejamento é um diagnóstico adequado.

“Já disponibilizamos para os municípios as avaliações dos indicadores do Pacto e a consolidação de dados em saúde da SES-MG de cada cidade que estão disponibilizados na Sala de Situação Estadual”, destaca Raquel Maria de Matos.

A principal dificuldade que os gestores identificaram é a participação da comunidade, seja atuando nos conselhos, seja nas conferências e nas audiências públicas, apontou o Secretário de Saúde municipal de Monte Alegre de Minas, Gustavo Tannús, também presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais da Região de Uberlândia. “A adesão da população é muito baixa. Se a participação fosse mais ativa, certamente iríamos suprir mais as demandas”.

A Secretaria de Saúde de Monte Alegre de Minas está reformulando o seu Planejamento de acordo com as demandas da Conferência Municipal de Saúde realizada em 2017. “Cada coordenador temático constrói em consenso as metas, as diretrizes e os indicadores baseando-se no diagnóstico do município e nas demandas da Conferência”, explicou o secretário. “O plano não é engessado. De acordo com o andamento das ações, ele precisa ser reformulado e aprovado no Conselho para que realmente atenda às necessidades de nosso território”, explica o Secretário.

Gustavo Tannús reforçou a importância do Planejamento com as mudanças no modelo de transferência de verbas federais, já que a destinação de verbas estará vinculada a esse planejamento. “Iremos dar atenção também às ações de imunização voltadas para a febre amarela devido ao cenário atual”. Monte Alegre de Minas tem uma cobertura de 75,5% e, segundo o secretário, na área urbana cem por cento da população é cadastrada e acompanhadas. “Vamos também aumentar e melhorar a cobertura da Atenção Primária na zona rural, principalmente”.

Após esta primeira etapa, haverá um momento de dispersão em que os gestores e técnicos irão durante um mês elaborar seus planos, que serão avaliados e orientandos ao final do processo pelas equipes da Regional de Saúde de Uberlândia. A próxima etapa de avaliação dos Planos Municipais será no dia 29/09. As Oficinas para revisão do Plano Municipal de Saúde e Programação Anual de Saúde irão fazer parte do calendário de atividades da Regional de Saúde a partir 2018.